domingo, 29 de março de 2009

O AMOR VERDADEIRO.

Você já deve ter ouvido ou lido muitas vezes a frase:

"Jesus Te Ama"

É uma frase tão usada, tão falada, tão escrita, tão divulgada...
Mas você já parou para pensar no significado dessa frase?
Ou já se perguntou:

_ Será que Jesus me ama mesmo?

Estou aqui pra Te dizer que Jesus te ama, e esse amor é incondicional. Antes que você existisse, Jesus te amou. Ele te amou sendo completamente Deus e completamente homem. Jesus te ama tanto, que morreu por você!!!
Ele não morreu por você sendo "Deus"; Ele morreu por você sendo "homem" e assim sofreu por você, suportou por você, morreu a sua morte para que por intermédio Dele, somente Dele você pudesse viver eternamente livre do pecado e da injustiça desse mundo. Ele morreu e ressuscitou por você!!

O amor de Jesus por você, é um amor tão grande, mas tão grande, que a Bíblia - que é a Palavra de Deus - diz que esse amor excede todo entendimento. Por isso não creio que alguém tenha conseguido apresentar uma resposta que seja, no mínimo, satisfatória, a esta pergunta. Tentar entender as razões que levam Jesus a me amar é uma questão indecifrável, porém um sentimento é perfeitamente perceptível:


“o Teu amor me constrange”
( II Coríntios 5:14 )



Por que Jesus me ama?


Eu não posso explicar, pois sou tão inconstante e freqüentemente me encontro nos labirintos das incertezas. Ainda sim Ele aparece como “lâmpada para meus pés” – Sl. 119:105.
Por que Jesus me ama?

Eu não posso explicar, pois sou pecador e indubitavelmente O afronto com minhas infantilidades espirituais.
Ainda sim Ele surge como Aquele que “perdoa os pecados e me purifica de toda injustiça” – I Jo. 1:9.

Por que Jesus me ama?

Eu não posso explicar, pois muitas vezes insisto em trilhar caminhos desérticos e distantes.
Ainda sim Ele se revela com a promessa de “derramar águas sobre o sedento, e correntes sobre a terra seca” – Is. 44:03.

Por que Jesus me ama?

Eu não posso explicar, pois às vezes no meu intimo quero lutar e desembainhar a espada da ignorância contra meu próximo. Ainda sim Ele me aconselha: “não por força nem poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos” – Zc. 4:6.

Por que Jesus me ama?

Eu não posso explicar, pois de vez enquanto me perco na onda da tristeza e me deixo levar até as profundezas da fraqueza intrínseca à minha existência.
Ainda sim sou confrontado, pois “nem altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura me separará do amor de Deus, que está em Cristo Jesus” – Rm. 8:39.

Por que Jesus me ama?

Eu não posso explicar, pois mesmo quando subo no palco da vida e escuto os aplausos das multidões, às vezes, parece que está tudo errado.
Ainda sim Ele me instrui a perceber que “o coração do homem propõem o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos” Pv. 16:9.

Nunca saberei porque Jesus ainda insiste em me amar, porém viverei tentando ser a manifestação deste amor tão incompreensível e desafiadoramente constrangedor.
Ser amado deve refletir em atitudes de amor.


De fato, a mensagem da morte de Cristo na cruz é loucura para os que estão se perdendo; mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus.
(1 Coríntios 1:18)

Os judeus pedem milagres como prova, e os não-judeus procuram a sabedoria. Mas nós anunciamos o Cristo crucificado - uma mensagem que para os judeus é ofensa e para os não-judeus é loucura. Mas para aqueles que Deus tem chamado, tanto judeus como não-judeus, Cristo é o poder de Deus e a sabedoria de Deus. Pois aquilo que parece ser a loucura de Deus é mais sábio do que a sabedoria humana, e aquilo que parece ser fraqueza de Deus é mais forte do que a força humana.

( 1 Coríntios 1: 22 - 15 )








terça-feira, 10 de março de 2009

PREFERÊNCIA PELOS PORCOS

Boa noite,

Que a graça de Deus esteja com vocês e que o Espírito Santo de Deus guie vocês ao que Deus me falou hoje.
Há uma semana experimentei como é estar longe do amor de Deus e de sua vontade. Estava completamente rebelde e dando “ “preferência aos porcos”; dando preferência ao meu querer.

Sabe quando pensamos que estamos bem e apenas isso importa para que entremos na presença de Deus? Ou quando nos esquecemos que há um Deus poderoso que nos Criou e nos amou?
Pensamos que por estarmos freqüentando a casa de Deus e porque temos orado estamos imune aos pecados. Pensamos também que somente o pouco ou o nada que dedicamos a Deus basta.


Pois é, eu estava assim. Vivendo na soberba no egoísmo e no orgulho... "me achando".
Esquecendo que se não fosse por Jesus, hoje talvez eu estaria no mundo... estaria repleta de coisas sem valor e cheia de conceitos que pregam uma falsa liberdade; “Esquecendo que sem Jesus não sou ninguém, e foi assim que para começar ‘bem” a semana eu apenas disse NÃO a Jesus e SIM para meu EU.
Mas como tudo tem suas conseqüências e o amor de Deus é maior que todas as coisas, as primeiras lutas começaram.
Fiquei gripada de uma hora pra outra, meu ônibus furou o pneu, meu celular foi roubado e por fim peguei uma infecção de ouvido a qual deverá sarar até sexta ( CREIO EM NOME DE JESUS) , senão terei que me submeter a uma cirurgia.

No entanto o amor de Deus é tremendo e nos deixa escolher... alguns devem me achar louca e pensar:
_ Que Deus é esse que permite tanta desgraça?
( desgraça é a palavra certa a ser usada = ausência de Deus)


Mas eu digo, não foi Deus quem permitiu... e sim eu. Pois eu disse NÃO ao AMOR, a PROTEÇÃO, a PAZ .... enfim, disse NÃO a JESUS.
E foi ai que escolhi os porcos.
Mas hoje depois de tantos " tapas" que o mundo me deu.... estava lendo alguns Blogs ( http://teamomeujesus.blogspot.com ) e me deparei com esta palavra que certamente foi enviada por Deus ao meu coração e ao seu coração.

“Tendo ele chegado ao outro lado, à terra dos gadarenos, saíram-lhe ao encontro dois endemoninhados, vindos dos sepulcros; tão ferozes eram que ninguém podia passar por aquele caminho.
E eis que gritaram, dizendo:
_Que temos nós contigo, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo?
Ora, a alguma distância deles, andava pastando uma grande manada de porcos. E os demônios rogavam-lhe, dizendo:
_Se nos expulsas, manda-nos entrar naquela manada de porcos. Disse-lhes Jesus:
_Ide.
Então saíram, e entraram nos porcos; e eis que toda a manada se precipitou pelo despenhadeiro no mar, perecendo nas águas. Os pastores fugiram e, chegando à cidade, divulgaram todas estas coisas, e o que acontecera aos endemoninhados. E eis que toda a cidade saiu ao encontro de Jesus; e vendo-o, rogaram-lhe que se retirasse dos seus termos.”


Mateus 8.28-34


É expresso claramente que aquele povo ficou impressionado por ter visto tamanho estrago material sendo provocado para com os donos daqueles porcos, quando a manada se precipitou no abismo.
É como se a presença de Cristo fosse agradável somente até o momento em que não causasse danos materiais, em que não tocasse em nada que pertencesse àquelas pessoas e lhes causasse perdas.
Deus me deixou escolher e eu abri mão do melhor Dele pra mim.... tanto é que com o roubo do meu celular eu não fiz nem questao de pedir pra Deus me ajudar a acha-lo. Fiquei apenas pensando:
Custei a ganhar, foi dado por Deus sou DIZIMISTA e OFERTANTE e agora alguem o rouba.

Primeiramente fui bastante arrogante ao dizer que sou dizimista e ofertante. Eu não sou nada diante da grandeza de Deus e se sou dizimista e ofertante é porque Deus tem me dado a oportunidade de mostrar meu amor por sua palavra e por seu Reino. Somente isso. Nada o impedi de me tirar o que ELE me deu. Afinal, TUDO É DELE. E se Deus não o tirasse talvez hoje eu estaria na mesma, dizendo NÃO para JESUS.
Deus diz que roubar é pecado ( êxodo 20). E acredito que quem me roubou com certeza será punido por isso. Porém tudo o que acontece tem seu propósito, e o propósito de Deus com o roubo era me dizer:
_ACORDA, você abriu mão da proteção!!!
Porém eu nem me toquei à respeito e fui extremamente egoísta e materialista.
Mas creio também que há outro propósito....
Creio que quem roubou foi abençoado, não com o aparelho em si, mas com o conteúdo. Lá havia várias músicas evangélicas e também uma Bíblia eletrônica. Com certeza o amor de Deus pode tocar alguém em diversas circunstâncias. Mesmo através de um celular roubado, e eu nem me lembrei disso na hora!!!!

A impressão que temos do texto é que se era preferível manter duas vidas aprisionadas por ninhos de demônios, jogadas aos sepulcros e vivendo em absoluta condição de miséria e exclusão social, a se perder uma manada de porcos.
No meu caso eu preferia perder vidas pra Jesus a emprestar meu celular pra alguém escutar alguma musica que pudesse edificar. Novamente escolhi o materialismo e não a essência do que Deus havia me dado.

Ora, sabendo-se que vale mais uma alma salva que o mundo inteiro perdido (Marcos 8.36), que Cristo é poderoso para libertar o cativo e restaurar vidas (João 8.32,36), e tendo Ele nos ordenado a divulgar Seu Evangelho à toda criatura (Marcos 16.15-16), não deveríamos nós nos alegrar e esforçar por anunciarmos Jesus Cristo ao mundo?

Nossas atitudes de comodismo e visão materialista, porém, têm nos impelido a manter-nos atentos aos programas de TV em vez de sairmos pelas ruas evangelizando e falando sobre o caminho da salvação ao pecador perdido;
tem nos impulsionado a sobrecarregar-nos de trabalho em vez de reservarmos uns minutos diários em oração pela intercessão das vidas afastadas e desconhecedoras do Evangelho da Graça e também daquelas carentes de oração. Tem nos dividido por classes sociais e nos enchido do famoso mal do ser humano, que é o INDIVIDUALISMO.

E, como não bastasse, nossa atitude egoísta, na maioria das vezes, eleva nossas orações a Deus em prol de benefícios que serão somente nossos! É como se não estivéssemos dispostos a perder absolutamente nada em nossas vidas em favor da propagação da glória de Deus e das vidas que precisam conhecer Jesus.

Sutilmente expulsamos o Senhor dos nossos termos, quando preferimos passar mais tempo com a tv, com o trabalho, com a Internet, com os amigos, dormindo, passeando, ou em qualquer outra ocupação mais do que com o Senhor Jesus Cristo em oração, meditando na Sua Palavra e trabalhando em prol da expansão do Reino de Deus.

Infelizmente, e esta é uma triste realidade, a maioria de nós, que já nos encontramos com Cristo, está agindo como aquela multidão: expulsando Jesus Cristo de nossas vidas e da cidade que precisa receber Dele a salvação, porque temos tido preferência pelos porcos... Temos tido preferência por nós e não por Cristo.

Misericódia, que Deus nos molde segundo o seu querer e nos quebrante para não cairmos no comodismo e no egoísmo cristão.
Que Deus esteja com vocês.
Em nome de JESUS.
AMÉM!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails